DIP

Domingo da Igreja Perseguida

Nesse domingo, dia 03 de junho, nos unimos a muitas igrejas cristãs, juntamente com a Missão Portas Abertas, a orar pela igreja perseguida, cujo tema/ 2012 foi – UM COM ELES. Glorificamos a Deus pelo envolvimento dos irmãos.

 

Iniciamos o Culto as 18h, a Luz de velas, assistindo ao Filme: As listras da Zebra

Louvamos sem o recurso dos microfones, instrumentos e caixas de som. Somente voz, unidade e fé.

Teatro

Dança

Sabendo mais sobre a Igreja Perseguida

Orando pela Igreja Perseguida

Ministração da Palavra com a Missionária Lindinete

Veja mais fotos

Igreja Perseguida – Helen Berhane

Nos unimos em louvor ao Senhor, com muitos outros irmãos, em agradecimento pela liberdade de Helen Berhane e em oração pelos outros prisioneiros por consciência da Eritreia. Helen ficou dois anos trancada em um contêiner de metal por seguir o cristianismo, sem qualquer julgamento ou acusação formal.

h[6]

Ontem, 22/out, estivermos na Concha Acústica do Parque da Aclimação. E grande  foi nossa emoção ao ver em uma situação publica a Glória de Deus. Aleluia!!!

No parque, ficamos dentro de um contênier fechado, onde também fomos ministrados como é estar lá.

221011-1000(003)[6]221011-1000_thumb[2]

  Helen Berhane – Parque da Aclimação/SP

O livro Canção da liberdade é a história real de Helen Berhane, uma cantora mantida presa por mais de dois anos em condições terríveis em seu país natal: a Eritreia. Seu crime? Compartilhar a fé em Jesus e recusar-se a negá-lo, mesmo sendo vítima de terrível tortura.

CancaoDaLiberdade_CAPA_Final[5]

http://catalogo.portasabertas.org.br/catalogo/detalhe_produto.asp?id=97

            Canção da liberdade – A História real de fé e perseguição de uma cantora gospel

“Às vezes, não consigo acreditar que esta seja a minha vida – as quatro paredes de metal, todas nós encurraladas como gado; a dor, a fome, o medo. E tudo isso por causa da crença num Deus que ressuscitou e que me comissiona a compartilhar a fé com aqueles que ainda não o conhecem. Um Deus que sou proibida de adorar. Recordo-me da pergunta que me fizeram muitas vezes em meus meses de prisão: ‘Helen, vale a pena enfrentar tudo isso por sua fé?’. Mesmo com os guardas ao redor, sussurro a resposta: ‘Sim’.”

Saiba mais: www.eritreialivre.org.br

 www.portasabertas.org.br/

Ore pelas igrejas perseguidas

“Cristãos perseguidos. E se fosse você?”

dip[4]

Como o DIP começou?

O Domingo da Igreja Perseguida foi criado pelo Irmão André, fundador da Portas Abertas há 20 anos. A data varia de ano para ano, pois é marcada para o domingo seguinte ao de Pentecostes. Esse critério foi adotado porque no relato bíblico de Atos 4, o início da perseguição aos cristãos acontece logo depois da descida do Espírito Santo, com a prisão de Pedro e João. Simbolicamente, pode-se dizer que essa foi a “fundação” da Igreja Perseguida.

Filme: As listras da zebra

S7302739 (Small)[5]

Encenação da peça: Culto a luz de velas

S7302744 (Small)[5]

Irmão Lincon nos conscientizando sobre a Igreja Perseguida

S7302741 (Small)[7]

Programação especial: Orando pelas crianças perseguidas

S7302751 (Small)[15]

Orando pelos irmãos perseguidos

S7302748 (Small)[6]

Preenchimento da ficha para receber mais informações sobre a Igreja Perseguida

S7302761 (Small)[6]

50 dias de oração pela Igreja Perseguida

odlogo
“Quero que saiba, irmãos, que aquilo que me aconteceu tem, ao contrário, servido para o progresso do evangelho.” Filipenses 1.12

revista_julhovan0406_rev.indd

Na Índia, país predominantemente hinduísta, os cristãos fazem parte de uma minoria religiosa. Eles tem sido perseguidos durante anos, e no estado de Orissa, local mais tenso do país, cerca de 50 pessoas perderam suas vidas em uma onda de violência que ocorreu em 2008.


“O cristianismo não é legalmente proibido na Índia.”
A constituição garante liberdade de consciência para todos e o direito de se escolher a religião que quiser. Então, os cristãos possuem direitos nesse país.
A Índia é um país democrático, mas infelizmente, na prática, a lei tem sido restringida em sua aplicação de modo a favorecer a maioria hindu e desfavorecer minorias como a cristã ou islãmica. Não se passa um dia sequer sem que haja dois ou três ataques contra os cristãos no país. Em muitos casos a polícia, sob a influência dos hindus, não faz nada ou torna-se complacente. Porém vamos deixar claro que a maioria dos hindus é pacífica e quer viver em paz.
india

O cristianismo está no país desde o ano 52. (…) Há três correntes do cristianismo na Índia: Protestante (igrejas tradicionais), independente e católica romana. Os cristãos formam 2,33% da população, mais da metade é católica. Os protestantes também formam um grupo grande e se dividem em anglicanos, ortodoxos, batistas, luteranos e presbeterianos. Os independentes são igrjas que não estão filiadas as tradicionais, e incluem os pentecostais. São aproximadamente 13% dos cristãos.

O nominalismo é o maior problema enfrentado pela igreja, em grande parte pela falta de treinamento e discipulado.

Link para a entrevista:

Continue orando pela Igreja perseguida!!!
Veja abaixo a lista dos países e cada pedido de oração:

Mês de JULHO

Dia 1 – Irã (3º)
A Igreja vê a modernização com esperança. Ore por uma crescente abertura no país que resulte em melhores relações entre muçulmanos e cristãos iranianos.
Dia 2 – Djibuti (38º)
Ore para que os cristãos do Djibuti saibam aproveitar a oportunidade que têm para divulgar amplamente o evangelho.
Dia 3 – Belarus (44º)
Ore pelas igrejas que não são registradas. Elas enfrentam oposição do governo para realizar suas reuniões e cultos.
Dia 4 – Paquistão (13º)
Ore pedindo que as autoridades do país abrandem suas posições contrárias ao cristianismo e permitam que as crenças não-muçulmanas tenham uma representação mais ampla no governo.
Dia 5 – Nigéria (Norte) (26º)
Ore para que os cristãos de todo o mundo encontrem formas novas e eficazes de cooperar com a Igreja nigeriana a fim de ver o país, o continente e todo o mundo permeado com o evangelho de Cristo.
Dia 6 – Líbia (25º)
A Igreja resiste a um governo que financia a propagação do islamismo. Ore para que os líderes da Líbia conheçam a Cristo.
Dia 7 – Maldivas (6º)
A Igreja está perdendo convertidos para o islã. Ore pedindo vigor renovado para os cristãos, a fim de que possam descobrir novos meios de evangelizar e implantar igrejas.
Dia 8 – Eritreia (9º)
Ore pelos líderes da Igreja, para que eles tenham sabedoria em pastorear o rebanho. Agradeça ao Senhor pelos líderes e membros.
Dia 9 – Turcomenistão (14º)
Ore pelo firme estabelecimento da Igreja no país e para que ela seja capaz de divulgar o evangelho por todo o Turcomenistão, atraindo um grande número de convertidos.
Dia 10 – Mianmar (24º)
A Igreja enfrenta ataques de budistas que procuram restringir a atividade cristã. Ore para que os cristãos encontrem meios eficazes de responder a esses ataques e que consigam ganhar o respeito dos líderes governamentais e servir ao país.
Dia 11 – Laos (8º)
Ore para que os cristãos testemunhem sua fé com ousadia e prossigam implantando novas igrejas. Ore especialmente pela conversão de líderes do governo a fim de que uma grande mudança possa ocorrer no país.
Dia 12 – Omã (28º)
Muitos cristãos mantêm sua identidade religiosa em sigilo. Ore pedindo proteção e sabedoria a esses irmãos para que descubram oportunidades seguras de compartilhar sua fé.
Dia 13 – Palestina (42º)
Após o conflito entre Israel e Gaza, a Igreja palestina precisa muito de nossas orações. Ore pelo restabelecimento das igrejas e pela restauração emocional das famílias.
Dia 14 – Kuweit (32º)
Em geral, a Igreja beneficia-se dos relacionamentos amigáveis entre líderes muçulmanos e cristãos. Ore para que esta situação gere oportunidades de discussão inter-religiosa que possam servir de testemunho ao clero muçulmano.
Dia 15 – Quênia (49º)
Clame ao Senhor pela vida dos ex-muçulmanos quenianos. Que eles encontrem igrejas com boa base bíblica, que sejam capazes de ensiná-los. Ore também pedindo perseverança para resistirem à perseguição.
Dia 16 – Síria (46º)
Os muçulmanos têm percepções equivocadas sobre a Igreja. Ore para que novos contatos entre os dois grupos ajudem a derrubar preconceitos e a corrigir a imagem distorcida que têm do cristianismo.
Dia 17 – Somália (5º)
A Igreja somali está quase extinta. Com apenas algumas centenas de cristãos somalis, é necessário que o trabalho missionário seja recomeçado da estaca zero. Ore e peça coragem e sabedoria para os líderes da Igreja.
Dia 18 – Bangladesh (43º)
A Igreja sofre com o alto índice de pobreza. Ore para que cristãos de todo o mundo possam suprir as necessidades de Bangladesh, particularmente na área econômica.
Dia 19 – Sudão (30º)
Se a ajuda internacional fosse totalmente restaurada e os envios alcançassem a Igreja, sua capacidade de evangelizar e conseguir novos convertidos aumentaria substancialmente. Ore para que a Igreja sudanesa obtenha maior ajuda humanitária.
Dia 20 – Zanzibar (31º)
Os cristãos têm dificuldades em registrar seus templos, comprar terrenos, receber educação e encontrar emprego. A evangelização dos muçulmanos ainda é extremamente difícil. Ore pelas lutas enfrentadas pela Igreja em Zanzibar.
Dia 21 – Tunísia (47º)
Ore pela desaceleração do crescimento do fundamentalismo islâmico. Ore também para que haja um bom relacionamento entre cristãos e muçulmanos, o que manteria a perseguição sob controle.
Dia 22 – Mauritânia (18º)
A Igreja está diminuindo numericamente. Ore e peça que os poucos cristãos nativos, direcionados por Deus, tornem-se evangelistas ousados e compartilhem sua fé com outros mauritanos.
Dia 23 – Turquia (39º)
A Igreja turca necessita de encorajamento para permanecer firme. A perseguição tem se agravado e atingido missionários também.
Dia 24 – Azerbaijão (27º)
A Igreja tem desfrutado de alguma liberdade. Peça que a crescente resistência ao cristianismo seja divinamente reduzida e que a Igreja use a liberdade que tem para evangelizar.
Dia 25 – Indonésia (41º)
A igreja indonésia tem sofrido intensamente os efeitos dos conflitos étnicos e das tensões religiosas. Ore pedindo que as tensões cessem e que os cristãos possam servir à Indonésia por meio de um ministério de reconciliação.
Dia 26 – Tadjiquistão (34º)
A Igreja tadjique desfruta de certa liberdade. Ore e peça que essa oportunidade seja utilizada da melhor maneira possível.

http://www.portasabertas.org.br/
E-mail: relacionamento@portasabertas.org.br
Telefone: (0–11) 5181 3330 Fax: (0–11) 5181 7525
Correio: Missão Portas Abertas – Caixa Postal 12.655 – CEP 04744-970
São Paulo SP

DIP – Domingo da Igreja Perseguida

DIP2009
O que é o Domingo da Igreja Perseguida?

O Domingo da Igreja Perseguida (DIP) foi criado pelo Irmão André, fundador da Portas Abertas, com o objetivo de unir cristãos em torno de um só motivo: nossos irmãos que pagam um alto preço por sua fé.
A data varia de ano em ano, pois é marcada para o domingo seguinte ao de Pentecostes. Esse critério foi adotado porque, no relato bíblico em Atos 4, o início das perseguições aos cristãos acontece logo após a descida do Espírito Santo, com a prisão de Pedro e João.
Simbolicamente, pode-se dizer que essa foi a “fundação” da Igreja Perseguida.

50diasoracao

“Quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele” I Coríntios 12.26a

Jesus nos alertou que seus seguidores sofreriam hostilidade, calúnia, rejeição e até ódio. Essa é a realidade de aproximadamente 100 milhões de irmãos no mundo todo.

Eles precisam de nós para sustentá-los em oração e sermos seus porta-vozes.

De 7/6 a 26/7, cristãos brasileiros irão interceder pelos cristãos perseguidos que vivem nos 50 países em que há mais restrições ao evangelho.

VOCÊ SE IMPORTA?

Veja abaixo a lista de países e o pedido para cada dia:

Mês de JUNHO

Dia 7Afeganistão (4º)
Nossos irmãos afegãos sofrem intensa perseguição e convivem com a maioria islâmica nesse país. Inclua-os em suas orações.
Dia 8Vietnã (23º)
Ore para que cristãos se mobilizem em todo o mundo, permitindo que recursos sejam levantados para apoiar e treinar os líderes da Igreja no Vietnã.
Dia 9Catar (17º)
A Igreja catariana é constituída majoritariamente por estrangeiros. Ore para que esses trabalhadores encontrem novas formas de compartilhar discretamente sua fé e implantar novas igrejas na região.
Dia 10 – Uzbequistão (10º)
Louve a Deus pelo crescimento da Igreja uzbeque. Agradeça ao Senhor pelos líderes que arriscam sua vida pela expansão do Reino de Deus. Ore pelo crescimento dos novos convertidos.
Dia 11 – Arábia Saudita (2º)
Os muçulmanos convertidos ao cristianismo são vítimas das piores punições. Ore e peça a Deus que dê coragem aos novos convertidos, capacitando-os a enfrentar a perseguição por amor ao evangelho.
Dia 12 – Barein (48º)
A Igreja sofre com o preconceito contra o cristianismo. Ore para que os cristãos encontrem novos meios para atenuar a discriminação e ganhem o apreço do governo e da população em geral.
Dia 13 – Jordânia (37º)
Ore para que a abertura religiosa continue e seja intensificada pelos meios de comunicação, como os programas de rádio em ondas curtas, por exemplo.
Dia 14 – Cazaquistão (50º)
As comunidades religiosas no país enfrentam diversas violações de seus direitos de crença, e desacato aos parâmetros de direitos humanos seguido pelo país. Ore para que o conselho constitucional do Cazaquistão faça uma revisão da legislação atual.
Dia 15 – Butão (11º)
Ore pelos pastores que encontram suas igrejas incendiadas, pelas congregações que têm seus pastores presos e pelas viúvas e órfãos dos que são martirizados. Peça a Deus que fortaleça as igrejas de forma que resistam aos ataques.
Dia 16 – Argélia (19º)
Os cristãos sofrem com a intensa e contínua perseguição e são alvos potenciais para os radicais. Ore por aqueles que sofrem ataques e pelos muitos que perderam entes queridos martirizados.
Dia 17 – Chechênia (20º)
O islamismo tem sido imposto na sociedade. Ore para que haja abertura e liberdade de escolha. Peça também ao Senhor para derramar sua graça e fortalecer o espírito da Igreja chechena.
Dia 18 – Iêmen (7º)
Ore para que o governo perdoe e liberte os cristãos que estão presos. Ore também para que ocorra um avanço nas relações entre a Igreja e o governo.
Dia 19 – Egito (21º)
Ore para que os muçulmanos respeitem as antigas raízes da Igreja local. Ore também para que a liberdade de culto seja mantida e a liberdade de evangelização aumente.
Dia 20 – Comores (15º)
A Igreja sofre com a impossibilidade de proclamar o evangelho livremente. Ore para que o governo abrande as restrições e permita tanto a organização de reuniões públicas como a celebração de feriados cristãos.
Dia 21 – Índia (22º)
A Igreja tem sido marcada com o derramamento de sangue. Ore para que o martírio de cristãos seja um forte testemunho para os indianos. Os casos de martírios são amplamente divulgados em todo o país, o que tem levado muitos à fé cristã.
Dia 22 – Cuba (33º)
Louve a Deus pelo grande reavivamento que tem permeado o país e pelo crescimento explosivo das igrejas domésticas. Ore para que esta expansão continue.
Dia 23 – Iraque (16º)
A Igreja tem sido afetada pelas guerras constantes. Ore pedindo o fim dos conflitos que perduram há décadas e para que as agências de auxílio humanitário desenvolvam programas de ministério que alcancem aqueles que sofrem.
Dia 24 – Brunei (29º)
A Igreja sofre com a proibição de suas atividades. Ore para que o governo realmente assegure a liberdade religiosa e suspenda as proibições relacionadas ao culto e à evangelização.
Dia 25 – Emirados Árabes (35º)
Deixar o islamismo significa correr risco de vida. Algumas pessoas tocadas pelo evangelho hesitam em abandonar o islamismo, pois isso significa perder a segurança da família, o status social e o círculo de amizades. Ore para que essas pessoas sintam-se irresistivelmente atraídas a Cristo e à paz que só ele pode dar.
Dia 26 – Marrocos (40º)
A Igreja não tem liberdade para evangelizar livre e abertamente. Ore para que os cristãos marroquinos continuem a desenvolver meios criativos de difundir as boas novas sobre Jesus e para que seus esforços evangelísticos sejam protegidos da repressão pelo poder do Espírito Santo.
Dia 27 – Etiópia (45º)
O islamismo continua a ser um desafio para o cristianismo. Ore para que a Igreja saiba lidar com esse conflito de maneira adequada, apresentando respostas como a evangelização e a implantação de igrejas.
Dia 28 – China (12º)
Muitos pastores têm sido enviados a campos de trabalho. Apesar dessa situação, muitos são capazes de pregar e formar igrejas dentro dos campos. Alguns o fazem de forma tão eficiente que são até confinados na solitária para evitar que preguem o evangelho. Ore para que Deus fortaleça os pastores chineses.
Dia 29 – Coreia do Norte (1º)
O povo sofre com a obrigação de cultuar os líderes do país. Ore para que o vazio dessa falsa religião torne-se evidente e para que os norte-coreanos busquem o Deus verdadeiro.
Dia 30 – Sri Lanka (36º)
Ore para que as igrejas sigam o Evangelho e voltem a valorizar a santidade e a teologia bíblica.

Site: www.portasabertas.org.br
E-mail: relacionamento@portasabertas.org.br

Telefone: (0–11) 5181 3330 Fax: (0–11) 5181 7525
Correio: Missão Portas Abertas – Caixa Postal 12.655 – CEP 04744-970 São Paulo

Portas Abertas – Servindo Cristãos Perseguidos

odlogo

“Que ela receba a recompensa merecida, e as suas obras sejam elogiadas à porta da cidade.” Provérbios 31.31

“Durante muito tempo, as mulheres foram subjugadas sob o domínio de homens. Os tempos mudaram e o movimento feminista lutou para que houvesse independência e direitos iguais para as mulheres. (…) Quero falar sobre essa independência pela quais muitas mulheres lutaram e lutam até hoje.
Muitas buscam independência financeira, social, de pensamento, religiosa… Essa luta não se restringe só às mulheres. Mas pense nelas por um instante. (…)O anseio de muitas é ser livre, independente e feliz. A questão é que a verdadeira liberdade só encontramos em Cristo:

 

Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.
João 8.36

 

Senhor de MIM

 

Campanha4capa-300x300_0903É natural querermos a independência. Atualmente, a maioria dos pais ensina para os filhos que eles precisam ser independentes. Homens e mulheres dizem com orgulho: ‘Não preciso de ninguém!’. Mas será que isso não nos leva para longe de Deus e nos distância do próximo? Será que isso não vem para destruir nosso relacionamento com Cristo, tornando-nos senhores de nós mesmos?

Depender de Deus é mais do que submeter-se a Ele. Não se trata de um relacionamento de senhor-escravo ou de senhor-servo. Cremos que Deus busca um relacionamento de pai-filho. Um relacionamento em que temos livre acesso a Ele e que podemos abrir nosso coração e crer que Ele nos auxiliará em nossa caminhada. É um relacionamento de dependência total (Rm 8).

 

E o CAMINHO é…

 

As mulheres da Igreja Perseguida compreendem que o único caminho que as liberta é a dependência de Deus. Em suas lutas e sofrimentos, vemos mulheres dispostas a confiar nEle. Mulheres que perderam seus maridos descobrem um jeito de depender de Deus e desfrutam da sua fidelidade quando o sustento chega através de irmãos que nunca viram.

bannerHOME_mulheres

(…) A luta delas é para que, em meio ao sofrimento, estejam firmes. É uma luta na qual aprendem a confiar e depender de Deus em meio ao caos.

Podemos aprender muito com elas e com seus testemunhos cheios de amor e perseverança. Mais do que isso, podemos participar dos seus sofrimentos quando nos dispomos a deixar de lado nosso desejo por independência e simplesmente dobrar os joelhos ao lado delas e clamar a Deus para que nos ensine a sermos pessoas dependentes dEle. Dessa forma, poderemos olhar para o nosso próximo, lembrar dos homens, crianças e mulheres da Igreja Perseguida e pedir que Deus os carregue no colo durante toda a luta, enxugue suas lágrimas e lhes dê forças para prosseguir na batalha. Quando fazemos isso, abrimos mão de nos mesmos para participar do sofrimento deles.

bannerHOME_gaza

Você está disposto a sofrer também? Está pronto para depender de Deus em vez de ser independente?”

Samy Pimentel – Coordenadora underground Brasil
Ore por todas as mulheres, principalmente as que estão em perseguição cristã em seus países!

Missão Portas Abertas

Telefone:
(0–11) 5181 3330 Fax: (0–11) 5181 7525
Correio: Missão Portas Abertas – Caixa Postal 55.055– CEP 04733-970 São Paulo SP